A Total E&P Angola é uma das mais importantes filiais do grupo francês, 5º maior produtor de energia no mundo, instalado nos cinco continentes, com operações em mais de 130 países e cerca de 100.000 colaboradores. 

História da Total E&P Angola

Total é o resultado de duas fusões sucessivas: da Total com a companhia belga PetroFina, deu‐se TotalFina (1999), e da TotalFina com Elf Aquitaine, surgindo TotalFinaElf (2000). O nome Total foi baptizado em Maio de 2003, representando a herança de um prestigioso passado de energia. A odisseia Total começou nos anos 20.

Em Angola, a Total iniciou as suas actividades em 1952‐1953, quando recebeu a primeira concessão, no onshore e offshore angolanos – Bacia do Kwanza e Bacia do Baixo Congo. Hoje, a Total E&P Angola está presente nas mais prolíficas zonas do país, e conta com cerca de 1.700 colaboradores. A combinação de perseverança, dedicação e empenho, quer tecnológico, quer em termos de recursos humanos rapidamente levaram à aquisição de projectos em offshore (1980) e pouco depois em offshore profundo (1992). Actualmente, a Total E&P Angola – a 1ª petrolífera do país – já tem projectos no pré‐sal (Bacia do Kwanza), o que comprova a sua capacidade em responder aos objectivos para os quais se propõe. 

Números chave

  • 1953
    Presente em Angola há mais de 60 anos.
  • 4
    FPSO´s no Offshore Angolano
  • 1.700
    colaboradores em Angola
  • 1º
    operador e produtor em Angola

Informação Total E&P Angola

Saber mais acerca da total

Projectos para produzir melhor energia em Angola