Escolas Eiffel – Viveiros da energia do futuro

A Total, Ministério da Educação de Angola e Missão Laica Francesa juntos num compromisso com a Educação

  • Escola Eiffel Malange, Laboratório_PT_AO

    Escola Eiffel de Malange, Laboratório

  • Escola Eiffel Malange, Malange, Angola_PT_AO

    Escola Eiffel de Malange

  • Escola Eiffel Malange, Malange, Angola_PT_AO

    Escola Eiffel de Malange

  • Escola Eiffel de Caxito, Inauguração da escola_PT_AO

    Escola Eiffel de Caxito

  • Escola Eiffel de Caxito, Bengo, Angola_PT_AO

    Escola Eiffel de Caxito

  • Escola Eiffel de Malange, Construção_PT_AO

    Escola Eiffel de Malange, Construção

  • Escolas Eiffel Logótipo_PT_AO

    Escola Eiffel Logótipo

  • Assinatura adenda acordo Educacão

    Director Geral Total E&P Angola, Jean-Michel Lavergne, Assinatura adenda acordo Educacão

Seguinte Prev
  • Escola Eiffel Malange, Laboratório_PT_AO
  • Escola Eiffel Malange, Malange, Angola_PT_AO
  • Escola Eiffel Malange, Malange, Angola_PT_AO
  • Escola Eiffel de Caxito, Inauguração da escola_PT_AO
  • Escola Eiffel de Caxito, Bengo, Angola_PT_AO
  • Escola Eiffel de Malange, Construção_PT_AO
  • Escolas Eiffel Logótipo_PT_AO
  • Assinatura adenda acordo Educacão

… Mais de mil jovens angolanos reúnem as ferramentas necessárias para seguir uma vida académica de sucesso. Desde o arranque em 2009 até ao final do ano lectivo de 2015, as Escolas Eiffel já formaram 1250 jovens, dos quais mais de meia centena beneficia de bolsas de estudo em universidades em Angola e no estrangeiro.  

Total um parceiro forte no compromisso com a educação

As Escolas Eiffel são o resultado de uma parceria, assinada em 2008, entre o Ministério da Educação de Angola, a Total E&P Angola e a Missão Laica Francesa (Mission Laïque Française). No final de 2014 foi assinada uma adenda a este Protocolo, onde se acordou que até 2017 a administração das escolas tem que estar 100% angolanizada. Bengo, Kwanza Norte, Malanje e Cunene foram as províncias escolhidas para a implementação deste projecto pedagógico, para satisfazer as necessidades de educação noutras zonas do País que não a capital. À Total E&P Angola coube construir as Escolas Eiffel, o que espelha o nosso compromisso enquanto parceira do País para o desenvolvimento económico e humano (a energia do futuro). A gestão está a cargo da Missão Laica Francesa (Mission Laïque Française).

Escolas Eiffel a contribuir para a educação no País

Estes quatro estabelecimentos de ensino secundário, de acesso gratuito, destinam-se  a jovens entre os 13 e os 19 anos de idade. Os candidatos passam por um rigoroso exame de admissão e apenas os melhores são aceites. O curriculum é mais direccionado para as áreas científicas (matemática, química, biologia), no entanto as línguas estrangeiras (inglês e francês) fazem parte das disciplinas obrigatórias, para assegurar o cumprimento das exigências do mundo académico e de um mercado de trabalho globalizado. Durante os 3 primeiros meses organizam-se aulas de apoio às disciplinas com maior taxa de insucesso (ex: matemática) para garantir o mesmo nível de conhecimento, bem como um acompanhamento do ritmo de trabalho ao longo do ano. O Ministério da Educação de Angola organiza anualmente o concurso nacional “Olimpíadas de Matemática” para melhorar o desempenho e incentivar o gosto pela disciplina. Na edição de 2013 desta competição, um aluno da Escola Eiffel de Malange venceu o 1º lugar, o 2º foi para a Eiffel do Cunene. Em 2015, o 2° lugar foi para um aluno da escola do Cunene, e o 5° e o 6° lugares foram para alunos da escola de Caxito. O sucesso do nosso investimento na energia do futuro é atestado pelo progresso dos finalistas das escolas Eiffel. Todos os anos, a qualidade destes alunos melhora cada vez mais, graças ao investimento contínuo e as melhorias introduzidas no seu programa. Universidades na Europa, África e mesmo em Angola têm servido de exemplo onde cerca de 70% dos finalistas de 2015 prossegue os seus estudos.

Partilhe este projecto

Os nossos projectos locais