Please check an answer for every question.
Cookie settings

We use cookies to personalise content, to provide social media features and to analyse
our traffic. We also share information about your use on our site with our socal media and analytics partners
who may combine it with other information that you've provided to them
or that they've collected from your use of their services.

Enabling this cookie category allows you to establish statistics of traffic on the site. Disabling them prevents us from monitoring and improving the quality of our services.
Our website may contain sharing buttons to social networks that allow you to share our content on these social networks. When you use these sharing buttons, a link is made to the servers of these social networks and a third-party cookie is installed after obtaining your consent.
Enabling this cookie category would allow our partners to display more relevant ads based on your browsing and customer profile. This choice has no impact on the volume of advertising.

16/11/2015 Notícias

Total lança o Desafio "STARTUPPER DO ANO DA TOTAL" em Angola

A Total E&P Angola lança o Desafio ”STARTUPPER DO ANO DA TOTAL”, em simultâneo com 34 outros países do Continente Africano[1] onde o Grupo está implantado. Este concurso tem como objectivo identificar, premiar e acompanhar os melhores projectos de criação ou de desenvolvimento de empresas com menos de dois anos de existência, em Angola. Os projectos vencedores receberão a designação de STARTUPPER DO ANO 2016 DA TOTAL, assim como ajuda financeira e acompanhamento.

O desafio estará aberto a projectos de jovens de nacionalidade angolana até 35 anos de idade. As candidaturas deverão ser efectuadas em linha na página internet: startupper.total.com. Os dossiers de candidaturas podem ser submetidos até ao dia 31 de Janeiro de 2016 (23h00 GMT).

Um júri de profissionais pré-seleccionará numa primeira fase dez (10) dos melhores projectos, com base em critérios como a inovação, originalidade e audácia, bem como no seu potencial de desenvolvimento ou ainda na sua capacidade de melhorar as condições de vida da população. A lista dos finalistas será publicada na página Internet do concurso após a selecção final que terminará, o mais tardar a 15 de Março de 2016. Os candidatos pré-seleccionados serão convidados a defender os seus projectos diante do júri e, após a defesa final, o júri designará os melhores projectos, que poderão ser num número máximo de três (3) e que serão agraciados durante uma cerimónia oficial de anúncio dos resultados e entrega dos prémios.

O Regulamento completo do concurso pode ser consultado na página startupper.total.com

O Desafio ”STARTUPPER DO ANO DA TOTAL” inscreve-se no quadro da política do grupo Total de apoio ao desenvolvimento socioeconómico dos países onde o Grupo está implantado. Pretende-se que contribua para o reforço do tecido industrial e para a criação de emprego através do apoio dado aos empresários mais audaciosos e mais inovadores, na realização dos seus projectos. Este empreendimento visa fazer emergir novas iniciativas, dentro do respeito dos valores do Grupo.
 

 


[1] Os participantes: África do Sul, Argélia, Angola, Burquina Faso, Camarões, Congo, Costa do Marfim, Egipto, Etiópia, Gabão, Gana, Guiné, Guiné Equatorial, Quénia, Reunião, Madagáscar, Malawi, Mali, Mauritânia, Marrocos, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Níger, Nigéria, Uganda, República Democrática do Congo, Senegal, Tanzânia, Chade, Togo, Tunísia, Zâmbia, Zimbabwe.